ABERTURA

A inquietação tomou conta do professor paulista. Não se percebe nesse profissional o entusiasmo de outrora, quando éramos todos crianças. Silenciosos, mas os mestres tinham respeito e autoridade até mesmo fora da sala de aula. Hoje, com a história do construtivismo houve uma inversão: a autoridade passou a ser do aluno; ele dita as regras e o professor acata.
A ditadura foi um período que não deixou saudade, mas não sei se o presente futuramente também não vá deixar. Não sei se vamos ter saudade de um dia fomos professores; não sei se os professores aposentados sentem saudade da sala de aula.
A realidade é triste. Basta ver na feição do educador, principalmente os que atuam em escolas públicas.

Assim, respeitando a opinião de cada um que participar deste blog, quero colocar aqui o meu profundo afeto à educação brasileira e em especial a educação paulista. Nós, professores de São Paulo, não devemos nos curvar frente aos ditadores do ensino.

 

9 responses to this post.

  1. Hi, this is a comment.
    To delete a comment, just log in, and view the posts’ comments, there you will have the option to edit or delete them.

    Responder

  2. Posted by Mariana junqueira on 11 de janeiro de 2011 at 12:21

    Quero ser colaboradora desse site. Sou professora e fico indignada com o que está acontecendo na educação paulista. Desejo – lhe boa sorte. Um abraço.

    Responder

    • Posted by Sebastião Miguel on 13 de janeiro de 2011 at 15:51

      Professora Mariana Junqueira,

      Obrigado. Espero que esse seja um dos muitos comentários que receberei seu. Terei o imenso prazer em responder suas dúvidas. Outros colaboradores também poderão responder.

      Responder

  3. Posted by Fábio Paiva on 13 de janeiro de 2011 at 16:00

    Alguém poderia me informar se realmente não dá mais para fazer mais nada em relação a atribuição ser na unidade escolar. Estou indignado com essa palhaçada. Aqui em ASSIS ESTÁ UMA Confusão que nem minha digitação. Abraço. PArabéns pelo site.

    Responder

    • Posted by Sebastião Miguel on 14 de janeiro de 2011 at 13:36

      Fábio, bom dia. Já saiu o cronograma de atribuição será no dia 07/02/2011 manhã na unidade escolar todos: F L
      Tarde na Diretoria de Ensino – Todos F L. Boa sorte amigo.

      Responder

  4. Posted by Sebastião Miguel on 15 de janeiro de 2011 at 16:26

    Olá Pessoal, já está provisionado as férias no extrato bancário: Um absurdo, quem participou da greve teve suas féria reduzida a nada. UMA vergonha para a categoria.

    Responder

  5. Posted by ANDERSON NUNES on 24 de janeiro de 2011 at 12:15

    APEOESP NÃO ESTÁ SE IMPORTANDO MUITO COM A SITUAÇÃO DE PROFESSORES CATEGORIA “L” PARA O SINDICATO HÁ PENAS DUAS CATEGIRIAS – EFETIVOS E “f” ESTÁVEIS – TODOS DA CATEGORIA DISTINTAS DESTAS DEVEM DEIXAR DE PAGAR A ENTIDADE JÁ. ATÉ QUE SE FAÇA ALGO PELOS DEMAIS DE IGUAL MODO.
    PERDEU A QUESTÃO DA CENTRALIZAÇÃO DA ATRIBUIÇÃO NA DERS – PERDEU A POUSE NA PAULISTA DURANTE A GREVE – A LEI 1093/09 FOI PARA A ASSSEMBLEIA DEIXARAM QUE FOSSE HOMOLOGADA E PUBLICADA – NÃO FIZERAM NADA PARA IMPEDIR A DUZENTENA, FIZERAM COM QUE REPROVADOS PEGASSEM AULAS PRIMEIROS QUE OS APROVADOS CATEGORIA “O” E MUITAS OUTRAS AÇÕES DESSE SINDICATO QUE SÃO REPUGNANTES ELE SÓ LUTA EM PROL DO RUIM PARA A EDUCAÇÃO. REPROVADOS NAS AVALIAÇÕES TEM PRIORIDADES, EXTINÇÃO DE CONTRATOS DE PROFESSORES É NORMAL. DUZENTENA É NORMAL – E OQ VEJO É UMA ENTIDADE PERTURBADA E SEM NOÇÃO DA SITUAÇÃO, MOVENDO AÇÃO SEM SABER NEM AS FUNDAMENTAR. NÃO SABE NEM SE QUER REVER ALGUMAS SENTEÇAS ANTERIORES. NÃO DÁ!

    Responder

    • Anderson Nunes, boa tarde.

      Vamos conseguir nosso lugar ao sol se Deus quiser.

      Responder

    • Concordo com você Anderson, mas precisamos fazer alguma coisa e confiar em Deus. Quando defendo algumas vezes o sindicato, não quer dizer que concordo com a atual administração; muito pelo contrário se você ler meus comentários no blog da Bebel verá que sou diferente do que eles pensam; entretanto quando procurei a Apeoesp para rever minha situação enqunato F – consegui de imediato uma liminar, acontece que o governo recorreu e novamente ganhei. A questão, agora, é que o DHRU ainda não fez a atualização, mas está ganha. A questão agora é a morosidade da justiça.
      Abraços.

      Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: