ESCOLAS DE TEMPO INTEGRAL: REQUISITOS

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO PARA AS OFICINAS CURRICULARES DAS ESCOLAS DE TEMPO INTEGRAL

O Dirigente Regional de Ensino – Região de Limeira torna pública a abertura de inscrição específica para o processo de seleção e atribuição de aulas aos docentes interessados em atuar no ano de 2011 nas Oficinas Curriculares das Escolas de Tempo Integral, jurisdicionadas a esta Diretoria de Ensino, nos termos da Resolução SE 93, de12/12/2008.
I – DA INSCRIÇÃO
As inscrições deverão ser feitas especificamente nas unidades escolares que mantém o Projeto Escola de Tempo Integral, conforme instruções abaixo:
1 – PERÍODO E LOCAIS DAS INSCRIÇOES
A) Período: de 07/12/2010 a 17/12/2010, das 8h às 10h e das 14h às 16h.
B) Local:

2 – DOS REQUISITOS PARA A INSCRIÇÃO:
O candidato deverá estar inscrito no processo regular de atribuição de aulas/2011 na Diretoria de Ensino de Limeira e entregar cópia da inscrição na Unidade Escolar em que pretenda inscrever-se.
3 – DA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA A INSCRIÇÃO:
A) Documentos pessoais: cópias do RG e CPF, acompanhadas dos respectivos originais para conferência;
B) Cópias dos documentos que comprovem a habilitação/qualificação docente para a (s) oficina(s) curricular(es) que pretenda ter atribuída(s) com os respectivos originais para conferência, conforme segue:
a) “Orientação para Estudo e Pesquisa” – portador de licenciatura plena em qualquer componente das atuais matrizes curriculares da Secretaria da Educação ou de licenciatura plena em Pedagogia/curso superior equivalente, com habilitação em Magistério das Matérias Pedagógicas.
b) “Hora da Leitura” – portador de licenciatura plena em Letras/Língua Portuguesa;
c) “Experiências Matemáticas” – portador de licenciatura plena específica em Matemática ou de licenciatura em Ciências com plenificação em Matemática;
d) “Língua Estrangeira Moderna – Espanhol” – portador de licenciatura plena em Letras, com habilitação em Espanhol;
e) “Informática Educacional” – portador de licenciatura plena em qualquer disciplina, comprovando formação, conhecimento e proficiência na área de Informática.
f) “Atividades Artísticas” – portador de licenciatura plena em Educação Artística/Arte.
g) “Atividades Esportivas e Motoras” – portador de licenciatura plena em Educação Física;
h) “Saúde e Qualidade de Vida” – portador de licenciatura plena em Ciências Biológicas ou licenciatura em Ciências com plenificação em Biologia, ou ainda licenciatura plena em História Natural;
Das oficinas curriculares acima mencionadas, a escola irá oferecer aulas somente daquelas constantes em sua Matriz Curricular.
C) “Curriculum Vitae” em que constem as ações de capacitação vivenciadas e/ou experiências anteriores bem sucedidas;
D) Proposta de Trabalho para o desenvolvimento da Oficina, objeto da inscrição, prevista na matriz curricular da unidade escolar;
E) Comprovante de assiduidade, do ano de 2010, fornecido pelo Diretor de Escola, constando o número e a natureza das faltas e os afastamentos (data base 30/11/2010).
II – DA SELEÇÃO
Constituem-se em componentes do processo de seleção:
1) Perfil profissional.
2) Currículo do candidato.
3) Proposta de trabalho.
4) Entrevista individual.
III – DO PERFIL DO DOCENTE
1) Devido ao atendimento à especificidade didático-pedagógica que caracteriza a Escola de Tempo Integral, o docente que se inscrever para atuar neste Projeto deverá ter o perfil definido para cada oficina curricular constante no documento “Diretrizes da Escola de Tempo Integral”, publicado pela Secretaria de Estado da Educação.
2) Além de atender aos objetivos específicos de cada oficina curricular, o candidato deverá:
a) Educar e cuidar da construção da imagem positiva do aluno, instrumentalizando-o com as competências e habilidades necessárias ao desempenho do protagonismo juvenil e à participação social;
b) Ser assíduo, pontual e competente na condução de sua ação educativa;
c) Ter conhecimento da especificidade do trabalho pedagógico a ser desenvolvido na unidade escolar;
d) Ter disponibilidade e interesse em participar de programas de capacitação, para socializar e aplicar os novos conhecimentos;
e) Ter facilidade e disposição para desenvolver trabalho em equipe, participando dos HTPC, Conselho de Classe/Ano e outros;
f) Promover a cultura de paz pelo desenvolvimento de atitudes de auto-respeito mútuo, solidariedade, justiça e diálogo;
g) Utilizar na sua prática docente a diversidade de material pedagógico;
h) Promover a integração de sua oficina curricular com as demais, além das diferentes disciplinas do currículo básico.
IV – DO CURRÍCULO DO CANDIDATO
O currículo do candidato deverá conter, no mínimo:
1) Histórico das ações bem sucedidas relacionadas à área em que pretende atuar;
2) Capacitações vivenciadas.
V – DA PROPOSTA DE TRABALHO
São conteúdos mínimos necessários para a avaliação da proposta de trabalho:
1) Por que trabalhar na oficina curricular da escola de tempo integral? (objetivo)
2) Como desenvolver as relações de ensino e aprendizagem nas oficinas curriculares? (metodologia e didática)
3) Quais recursos didático-metodológicos podem auxiliar no desenvolvimento das oficinas curriculares?
4) Como acompanhar o desempenho do aluno nas oficinas curriculares? (avaliação)
5) Como articular o trabalho das oficinas curriculares com a Proposta Pedagógica da escola e as demais áreas do currículo?
6) Bibliografia utilizada na concepção da proposta.
VI – DA ENTREVISTA INDIVIDUAL
Após análise dos documentos entregues e observadas a pertinência e a qualidade da proposta de trabalho apresentada para a inscrição, a equipe gestora da unidade escolar agendará a entrevista individual com os candidatos, que versará sobre sua proposta de trabalho. São critérios para a avaliação da entrevista:
1) Clareza na exposição;
2) Conteúdo pertinente à proposta de trabalho;
3) Postura estética;
4) Postura ética.
VII – DA SELEÇÃO DOS CANDIDATOS:
A equipe gestora da escola analisará o atendimento integral ao perfil do profissional exigido pelas características e especificidades da(s) oficina(s) curricular(es) a ser(em) atribuída(s), avaliando o currículo do candidato; as ações de capacitação vivenciadas; o histórico das experiências bem sucedidas; a pertinência e a qualidade da proposta de trabalho apresentada e os resultados da entrevista individual.
IX – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
1) Não haverá recurso referente aos resultados do processo de seleção para docência nas oficinas curriculares.
2) A Direção da escola expedirá termo provisório de atribuição a ser entregue ao candidato/docente e divulgará a relação nominal de todos os contemplados no processo seletivo, com as respectivas cargas horárias, em data oportunamente divulgada pela unidade escolar.
3) A atribuição de aulas, objeto desta inscrição, está condicionada à participação e à aprovação do candidato no Processo Seletivo Simplificado para Docente em 05/12/2010.
4) O ato da inscrição implicará na aceitação, por parte do candidato, de todas as disposições do presente edital.
5) Os casos omissos serão resolvidos pela comissão de atribuição de aulas da Diretoria de Ensino de Limeira

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: